Make your own free website on Tripod.com
VI Copa do Mundo da FIFA - 1958
Lev Yashin
Home

yashin.jpg

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lev_Yashin

Lev Ivanovich Yashin, em cirílico Лев Иванович Яшин, (Moscou, 22 de outubro de 1929 — Moscou, 20 de março de 1990) foi um goleiro soviético, considerado por muitos como o melhor que já existiu na história do futebol. Conhecido também pela alcunha de Aranha Negra, devido ao seu uniforme todo preto. Único goleiro até hoje a ganhar o Ballon d'or (Bola de Ouro), melhor jogador da Europa em 1963, escolhido por jornalistas de toda a Europa. Quando se aposentou, em 1971, a FIFA resolveu homenageá-lo com uma medalha de ouro especial, por sua extraordinária contribuição ao esporte.

Começou sua carreira como goleiro de hóquei no gelo na equipe de fábrica de ferramentas onde trabalhava em plena Segunda Guerra Mundial e aos quatorze anos decidiu atuar como goleiro de futebol.

Yashin defendeu o Dínamo de Moscou por toda a sua carreira de 22 anos, onde ingressou em 1949. Conquistou cinco campeonatos soviéticos (1954, 1955, 1957, 1959 e 1963) e três copas da União Soviética (1953, 1967 e 1970).

Pela seleção soviética jogou as Copas de 1958, 1962, 1966 e 1970. Em 1966, ajudou a levar sua equipe à quarta colocação. Conquistou também a medalha olímpica em Melbourne (1956) e a Eurocopa em 1960.

Segundo a lenda Yashin defendeu 150 pênaltis na carreira. Ele se aposentou com 42 anos, em 1971, passando a treinar equipes juvenis e trabalhar como professor de educação física, além de ter sido técnico do Dínamo e da seleção. Em 1986 perdeu uma perna por causa de uma lesão no joelho. Morreu quatro anos depois por causa de um câncer de estômago, no ano anterior à desintegração do país em que nasceu.

Em uma eleição realizada em 1998 pela FIFA, Yashin foi escolhido o goleiro do século XX.

Lev Yashin será sempre lembrado por especialistas na posição como o jogador que mais revolucionou a forma com que os goleiros jogam. No decorrer dos anos muitos goleiros tentaram copiar seu estilo mas nenhum deles igualou os feitos do Aranha Negra. Foram 270 jogos sem levar gol e 150 pênaltis defendidos.

Por causa de um desentendimento com o técnico do Dínamo, Yashin foi obrigado a ficar no banco de reservas por um período, por isso mesmo considerou por um tempo a possibilidade de se tornar jogador de hóquei sobre o gelo.

A frieza de Yashin no gol se manteve intacta durante toda sua carreira. Graças a um ritual pouco comum em que ele se submetia antes de jogos importantes. Nessas ocasiões, o goleiro sempre fumava um cigarro e tomava uma bebida um tanto quanto forte.

A importância do futebol para o Aranha Negra ficou evidenciada em uma referência que fez a uma das maiores conquistas da história da humanidade, Yashin disse: "A alegria de ver Yuri Gagarin no espaço só é superada pela alegria de uma boa defesa de um pênalti".

Depois de um empate em 4 a 4 da seleção soviética com a Colômbia na Copa de 62, em que Yashin totalmente fora de forma deixou de realizar várias defesas consideras simples, o jornal francês L'Equipe opinou dizendo que a carreira do soviético estava com os dias contados. Mas o Aranha Negra calou os críticos e defendeu a União Soviética novamente na Copa de 66 e sendo escolhido o atleta russo do século nove anos depois de sua morte.

Volta à página principal